segunda-feira, 6 de outubro de 2008

armadilhas do estilo

O estilo na arte é tudo, ou quase tudo. O estilo é a identidade visual da obra, o traço, a impressão digital, a alma, a marca do artista. O estilo faz o artista ser reconhecido, idientificado, facilmente. O problema é que muitos artistas acabam por abandonar a qualidade em detrimento de um estilo duvidoso. Isso é uma armadilha. muitos caem nela. A busca pelo estilo deve ser autêntica, verdadeira. Dessa forma o traço do artista aparece naturalmente. O estilo produzido é um mau. Algo comercial, artificial, sem profundidade. Eu aconselho o experimento, estudo, dedicação. A sucessão de experimentos encaminha aos trabalhos mais refinados. em consequência, a uma identidade mais rica. O artista plástico potiguar Dorian Gray Caldas exemplifica bem isso. Tem sua marca e uma vasta obra que compartimentada não parece ser do mesmo autor. lembra a primeira vista, um produto coletivo. Mas seu traço é inconfundível. Sutil. independente de escola, tema, cores, nos arrebata para imediata associação com o autor.
Dorian é produto do experimento, da busca pelo melhor. Seu traço é um empreendimento do talento, do estudo. É a construção perfeita de quem exercitou todas as escolas.
serrão.


dorian gray e o modernismo

dorian gray e o impressionismo

dorian gray e o abstrato


dorian gray e o clássico

Um comentário:

Fake disse...

Serrão,

Esse Grey aí não está grafado de forma erronea?

acho que Gray, 'omenos' assim é que se assina o ingles, de onde vem o nome, pode ser que aqui tenham aportuguesado, mas...